No Brasil Para Lançar Novo Disco, @alejandrosanz Promete Fazer Shows No País Em Março de 2013

O cantor espanhol Alejandro Sanz posa para fotos em evento de lançamento de seu nono disco “La Musica No Se Toca” (21/11/12)

Em visita ao Brasil para promover o nono disco de sua carreira, “La Musica No Se Toca”, Alejandro Sanz afirmou que pretende retornar ao país em março de 2013 para fazer shows.

“E, como surpresa, vou tentar cantar em português”, prometeu o cantor durante evento para a imprensa realizado em São Paulo nesta quarta-feira (21).

O espanhol disse ainda que faz questão de ter suas “novas namoradas”, Ivete Sangalo, Ana Carolina e Roberta Sá, nas apresentações. Em “La Musica No Se Toca”, Alejandro gravou as faixas “No Me Compares” com Ivete, “Irrepetível” (Me Sumerjo) com Ana e “Bailo con vos” com Roberta.

Segundo ele, a vontade de conhecer Ana surgiu depois de ver um vídeo dela cantando “É Isso Aí”, com Seu Jorge. O convite para Roberta aconteceu por causa de uma fã brasileira que lhe deu um CD da cantora. Ivete é uma parceira musical mais antiga. Os dois se conheceram em Lisboa, no festival Rock in Rio, e já cantaram juntos no DVD “Ivete no Maracanã”, em 2007.

“Estou apaixonado pelas três”, brincou o cantor enaltecendo qualidades das intérpretes. “Adoro o modo como a Ivete interpreta as canções, a Ana tem uma voz muito forte e a Roberta é muito delicada e doce”, contou.

Disco Versátil
Apesar de ser um cantor assumidamente romântico, Sanz contou que “La Musica No Se Toca” é um álbum mais versátil com influências de pop, rock e música flamenca. Entre suas bandas preferidas, o espanhol citou Van Halen, Led Zeppelin e Judas Priest.

No entanto, o cantor não gosta de rotular suas canções. “A ideia primordial do disco é que não importa o quanto o mundo mude, a música é algo intocável”.

O nono álbum da carreira também marca sua primeira parceria com o produtor colombiano Julio Reyes, que já trabalhou com Nelly Furtado, Marc Anthony e Jennifer Lopez. “Nós ficamos oito dias bebendo vinho e conversando sobre como iria ser”, contou.

Sucesso no Brasil
Admirador de cantores brasileiros como Djavan, Caetano Veloso e Gilberto Gil, Sanz disse que se sente lisonjeado por fazer sucesso no país. “Sou privilegiado porque as pessoas escolheram ouvir uma música que não é nem brasileira, nem em inglês. Quero agradecer e retribuir isso em forma de canções”.

Apesar de estar satisfeito com a aceitação de seu trabalho pelo público brasileiro, Sanz lamentou a falta de uma maior interação entre a música do Brasil e da Espanha. “Falta uma mudança de mentalidade. Se as pessoas se esforçam para entender inglês, por que não se esforçam para entender português ou espanhol?”, questionou.

Carreira

Artista espanhol que mais ganhou prêmios Grammy (18 latinos e 3 americanos), Sanz disse que falta uma realização em sua carreia. “Ainda quero escrever a canção mais bonita do mundo”, disse.

Adepto de duetos românticos com grantes artistas, como Shakira e Alicia Keys, o espanhol afirmou que quer continuar a investir nas parcerias. “Quero dividir o palco com qualquer um que tenha algo a dizer.”

(Reportagem Uol)

20121127-075803.jpg

20121127-080020.jpg

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: