Paco de Lucia…por Alejandro Sanz

Paco y Ale

 

“A razão que me levou a música”

http://cultura.elpais.com/cultura/2014/02/26/actualidad/1393441301_248299.html

 

Paco de Lucía é pura história da minha vida. Não é só porque ele e  meu pai se conheciam desde a mocidade,  não é apenas porque falar o nome  “Paco” era como falar de um herói em Algeciras.  Conheci Paco num verão, quando  visitei sua casa de  El Rinconcillo,  ele e seus irmãos Ramón e Pepe … tocávamos  violão todos os dias,  sonhando com um “ole” que saísse da boca do professor dirigido a qualquer um de nós. Não é só que Paco foi  a  inspiração .. o motivo pelo qual eu me dediquei a música … É que ele era  o padrinho do meu filho Dylan, que, hoje, como são as coisas na vida, acordou doente e triste, mesmo sem saber a infeliz notícia  que iria nos trazer este ingrato dia de Fevereiro.

Imagino, é claro,  como a família está passando e , também, como tudo está transcorrendo,  lenta e dolorosamente,  em Algeciras, onde todo mundo conhecia e amava Paco.  Eles, meu pai e o mestre,  se encontravam na juventude. E quando Paco já era uma figura conhecida, também…porem menos. Depois, com o tempo, começou a andar a minha carreira musical.  Ele me chamou um dia, suas filhas queriam conhecer o inexperiente cantor que eu era naquela época.. imagina só …

Então eu desfrutei  em Madrid  da Banda do Tio Pringle… Um punhado de amigos de infância que junto ao Pepe de Lucía e ao próprio Paco me deixaram aproveitar as noites de sexta … dávamos algumas voltas em La Latina,  não parávamos de rir e desfrutar das boas coisas na vida.

Porque  Paco gostava, entre outras coisas,  de rir… investia muito de sua energia nisso…  era profundo, mas também era extremamente generoso com as fraquezas dos outros e minimizava a solenidade.

………………..

Podia parecer reservado, mas não se engane: era uma pessoa genial no trato. Muitos não o conheciam, mas todos o queriam. Músicos e fãs.  Acho que era porque transpirava uma enorme capacidade intelectual e emocional.  E, acredite em mim,  sua generosidade mudava as coisas . Um  impulso dele podia mover montanhas. Eu, particularmente, me lembro de uma entrevista ao El Pais, em que ele disse que se sentia mais perto de Alejandro Sanz do que de muitos outros músicos.  Em uma época em que a crítica  era o mais fácil e óbvio, ele estava lá… com o  apoio que nunca, nem por um momento,  retirou.

Por todas estas razões, hoje eu me sinto tão triste como se tivessem morrido meu pai e minha mãe ao mesmo tempo. Obrigado Paco, Compadre  … você vai embora .. e nós ficamos … você sabe o que quero dizer.

——————————————–

Paco de Lucia faleceu em 26/02/2014, aos 66 anos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: